Retorno de um investimento: saiba como medir?

Se você é uma pessoa que se preocupa com sua saúde financeira e com o seu futuro, provavelmente está bastante interessado em encontrar as aplicações mais rentáveis entre as opções disponíveis no mercado, não é mesmo? Mas, afinal de contas, você sabe como medir o retorno de um investimento?

Se você está interessado em descobrir qual é a maneira ideal de medir a rentabilidade das suas aplicações e quais são os investimentos com as melhores possibilidades de lucro, continue a leitura deste post!

retorno de um investimento

A importância de um investimento

Fazer o dinheiro trabalhar para você é uma das principais características de um indivíduo com inteligência financeira. Para isso, não há maneira melhor do que investir o seu capital e obter algum retorno com isso.

Os benefícios de um investimento vão bem além de apenas poupar para o futuro. Aplicar o seu dinheiro pode tanto ajudar a alcançar os seus sonhos de consumo em um futuro próximo — seja ele comprar a casa própria, trocar o carro ou fazer uma viagem com toda a família —, quanto garantir uma aposentadoria mais segura e tranquila ou, quem sabe ainda, a manter uma reserva para algum empreendimento.

A melhor forma de medir o retorno de um investimento

Para medir o retorno de um investimento, existe uma métrica bastante utilizada denominada ROI — Return On Investment — que consiste, basicamente, em dividir o lucro líquido obtido pelo investimento realizado dentro de um determinado período.

Para exemplificar, imagine o exemplo abaixo:
– Investimento inicial – R$ 10 mil
– Valor atual – R$ 50 mil

O cálculo do ROI então, deve ser feito da seguinte forma:
ROI = (50-10) / 10 = 4

No exemplo, o ROI será 4. Isso é o mesmo que dizer que o seu retorno foi 4 vezes maior que o investimento inicial.

Os investimentos mais rentáveis do momento

Com as seguidas quedas da taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic, os investimentos mais tradicionais, como CDBs e LCIs, perderam rentabilidade e deixaram de se tornar atrativos para os investidores.

Agora, principalmente com a aproximação das eleições, é importante que você busque por alternativas mais rentáveis e que sejam pouco afetadas pela volatilidade causada pelo período eleitoral.

Entre as opções disponíveis no mercado, podemos destacar duas: os fundos imobiliários e o peer-to-peer lending. Os fundos imobiliários são indicados a investidores que buscam lucrar com a renda de aluguéis e a administração propriedades, mas, em vez de se arriscarem sozinhos, preferem adquirir quotas de um fundo de investimento.

Já o peer-to-peer lending é uma nova modalidade no Brasil, mas que já faz muito sucesso no mundo dos investimentos em países da Europa e Estados Unidos. Essa aplicação consiste em emprestar dinheiro às empresas a uma taxa de juros mais atrativa para as duas pontas do negócio.

Quem investe atinge uma taxa de retorno maior do que em aplicações tradicionais e as empresas têm a oportunidade de financiar seus projetos e saciar as suas necessidades financeiras pagando uma taxa de juros inferior aos empréstimos concedidos pelos bancos.

Ambas opções oferecem uma taxa de retorno de investimento alta para o investidor que busca por novas aplicações para diversificar a sua carteira e, por isso, são consideradas as melhores escolhas do mercado atualmente.

E aí, gostou do conteúdo do post? Quer saber ainda mais sobre o assunto? Então entenda agora o que deve ser analisado em um investimento P2P!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *